Se você está pensando em comprar uma bike, deve estar com muitas dúvidas sobre qual modelo escolher. Qual o tamanho ideal de bicicleta para o seu corpo? Que tipo de bike escolher? Mountain Bike ou urbana? Guidão baixo ou alto? E as elétricas e dobráveis, quais são seus prós e contras? Calma, agora vamos te ajudar a escolher o tipo de bicicleta ideal pra você, em cinco passos!

Primeiro passo: definir o uso

A primeira coisa que você precisa pensar é: pra que eu quero uma bicicleta? Transporte, lazer, esporte? Uma bicicleta speed, usada nas pistas em competições de velocidade, por exemplo, não é adequada para usar como meio de transporte nas cidades. Conversar com amigos que já usam a bike para os mesmos objetivos que você quer é uma boa forma de começar. Pegar bikes emprestadas para “testar” e ver se você gosta do estilo, da posição ao pedalar, etc., também é importante.

Segundo passo: saber o tamanho certo

Para você não ficar com dor nas costas ao pedalar, o tamanho do quadro da bike deve ser adequado à sua altura. Com essa tabelinha fica fácil saber:

Terceiro passo: saber por onde vai pedalar

Se você mora numa cidade plana, com muitas ciclovias, pode usar uma bike mais básica, nem precisa de marchas. Os modelos “low rider”, as bikes vintage e a clássica bike “praiana”, muito utilizada nas cidades do litoral, são ótimas opões. Mas se precisa encarar muitas subidas e descidas, uma mountain bike é mais indicada. Se procura uma bike speed para praticar ciclismo “a sério”, tem que usá-la apenas em pistas bem pavimentadas, sem buracos e protuberâncias no asfalto.

Quarto passo: onde comprar?

A dica é comprar sua bike num bom bicicleteiro de confiança. Ele vai poder te dar um atendimento especializado e ajudar a escolher a bicicleta ideal para você, inclusive podendo oferecer um “test drive” antes da compra! Sim, o comércio eletrônico tem muitas opções e preços competitivos, mas não é recomendável comprar uma bike “no escuro”. Se for comprar pela internet, é fundamental já ter testado o modelo antes! É importante ainda ter em mente que você não precisa comprar logo de saída uma bike “top de linha”, que pode custar muitos milhares de reais, mas deve ter atenção para adquirir uma com componentes de qualidade, duráveis. A Escola de Bicicleta tem um excelente guia para a sua compra, pesando inclusive os prós e contras de comprar uma bike já pronta ou montar a sua com os componentes que quiser.

Quinto passo: Que tal uma bike dobrável?

Seguindo os quatro primeiros passos você já consegue ter uma boa noção de qual bike comprar entre os modelos “convencionais”. Mas nos últimos anos o mercado foi invadido por novidades inovadoras que pegam carona na demanda por um jeito mais saudável e sustentável de se transportar pelas cidades. As bicicletas dobráveis, que podem ser carregadas de maneira portátil dentro do transporte coletivo, por exemplo, estão se espalhando pelas cidades e podem ser uma ótima opção. Existem diversos modelos, mas fique esperto: pela construção do quadro com articulações para dobrar, uma bike dobrável é naturalmente mais cara que uma normal. Por isso, para comprar uma de boa qualidade, esteja preparado para gastar uns 30% a mais. Comprando uma bike dobrável de qualidade, pode ter certeza que ela aguenta o serviço! Confira um ótimo post do blog A Vida de Bicicleta que fala sobre isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima